• Torne-se associado da ASPEA
  • Ajude a reforçar o papel da Educação Ambiental.

ASPEA coordena projeto vencedor ERASMUS+ em parcerias estratégicas de cooperação para a inovação e o intercâmbio de boas práticas

Categoria: Noticias Criado em segunda, 28 novembro 2016, 14:10

O projeto chamado de EDUCO2CEAN visa produzir e testar modelos pedagógicos Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS), com a finalidade de serem aplicados em toda a União Europeia, para transmitir à sociedade a importância da investigação sobre os impactes e mitigação das alterações climáticas nos mares e oceanos, dando especial enfase ao oceano Atlântico e ao Mar Báltico, vinculando-se, igualmente, aos objetivos do Horizonte 2020.

 

erasmus

 

IMG 0198EDUCO2CEAN - SCT Modelos de educação para transmitir à sociedade o desafio da mudança global no oceano,visa produzir e testar modelos pedagógicos Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS), com a finalidade de serem aplicados em toda a União Europeia, para transmitir à sociedade a importância da investigação sobre os impactes e mitigação das alterações climáticas nos mares e oceanos, dando especial enfase ao oceano Atlântico e ao Mar Báltico, vinculando-se, igualmente, aos objetivos do Horizonte 2020.

Através da implicação direta dos jovens prevê-se o desenvolvimento de competências-chave ao nível da criatividade na comunicação ambiental e desenvolvimento de ideias na procura de soluções para a valorização dos oceanos e alertando para os danos ao equilíbrio ambiental causados pela pesca excessiva, o lixo marinho, o aumento da temperatura do mar, a presença de materiais perigosos, entre outros aspetos socioambientais, e o seu efeito sobre as alterações climáticas nos mares e oceanos.

O projeto EDUCO2CEAN decorrerá durante 24 meses até 31 de agosto de 2018, reunindo 7 parceiros de 4 países, nomeadamente a ASPEA (Portugal), Ciência Viva (Portugal), IES Virxe do Mar (Galiza; Espanha), IES Ribeira do Louro (Galiza; Espanha), Universidade de Vigo (Galiza; Espanha), Marine Alliance for Science and Technology (Escócia) e Caretakers of the Environment International (Polónia).

EDUCO2CEAN iniciou com a primeira reunião internacional entre os parceiros na Galiza

A primeira reunião internacional dos parceiros do projeto EDUCO2CEAN – “SCT Modelos de educação para transmitir à sociedade o desafio da mudança global no oceano”, decorreu em Vigo e O Porriño nos dias 14 e 15 de novembro de 2016, contando com 16 participantes em representação das 7 organizações parceiras dos 4 países envolvidos e responsáveis pela implementação piloto dos materiais produzidos.IMG 0197

Esta reunião teve como objetivo discutir a metodologia do projeto, clarificar a distribuição de tarefas entre os parceiros e gestão do projeto. A metodologia do projeto passa por processos de aprendizagens significativas proporcionadas pela aproximação entre comunidades de investigadores, professores, alunos e sociedade; o acesso a ferramentas virtuais 2.0 dando a oportunidade de apresentar e partilhar projetos e ideias como forma de melhorar as competências científicas e de comunicação; bem como conhecer outras práticas e culturas através da participação em programas de intercâmbio entre estudantes europeus do 3º ciclo do ensino básico e ensino secundário (13 a 18 anos), professores e a sociedade em geral.

Um grande leque de atividades serão desenvolvidas durante dois anos, destacando-se a produção de 2 produtos principais: um e-book sobre alterações climáticas e a redução da pegada de carbono nos oceanos, abordando 8 temas baseados em artigos científicos elaborados pelos parceiros e adaptados a uma versão pedagógica; e um portal interativo de educação colaborativa, que contemplará um congresso internacional virtual com partilha de vídeos e outros recursos multimédia elaborados por alunos e professores, um centro de recursos, um blogue integrando um fórum de discussão e um espaço virtual “Educo2cean.tv” onde se disponibilizarão vídeos de apoio a atividades científico-pedagógicas.

Outros resultados serão esperados neste projecto, nomeadamente uma revista digital semestral com artigos científicos, textos e ilustrações dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos, professores e outros parceiros relevantes no desenvolvimento do projeto; um boletim eletrónico quadrimestral de divulgação das atividades desenvolvidas; um campo internacional para jovens estudantes, um seminário e um curso de formação para professores, para além de outras atividades que cada parceiro irá implementar com as escolas piloto de cada país.

Os materiais produzidos irão abordar aspectos específicos da temática dos oceanos e mares, como a formação dos oceanos e a origem da Terra; o papel dos oceanos na regulação do clima; os impactos do clima na produtividade, dinâmica costeira e ocupação do território; os impactos das alterações climáticas e de outros impactes ambientais sobre o Atlântico e Báltico; as medidas de mitigação das alterações climáticas, e outros impactes, a partir da investigação científica; a importância social e as adaptações costeiras às mudanças.

Joaquim Ramos Pinto & David Silva, Presidente e Membro da Direção da Associação Portuguesa de Educação Ambiental