• Torne-se associado da ASPEA
  • Ajude a reforçar o papel da Educação Ambiental.

Arranque das XXIII Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental - Guimarães 2017

Categoria: Noticias Criado em sábado, 25 março 2017, 08:25
Guimarães é palco das XXIII Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental, nos dias 24,25 e 26 de março em Guimarães Ecidadanía é o tema do encontro, Organizado pela Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA), em parceria com o Município de Guimarães.
 
Durante três dias, mais de cinquenta oradores protagonizam conferências, apresentações, debates e oficinas em torno da educação ambiental. Como descarbonizar as cidades, os projetos e desafios para valorizar os recursos naturais, assim como os princípios e valores do território daquela cidade que se candidata a Cidade Verde Europeia 2020, orientam as comunicações e intervenções das Jornadas. A iniciativa tem como palco principal a Centro Cultural Vila Flor e conta com mais de 200 inscritos.
A sessão de abertura foi presidida pelo presidente da ASPEA, Joaquim Ramos Pinto, o Presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança,  Pró- Reitor da Universidade do Minho, Paulo Ramísio e a representante da CCDRNorte, Luísa Queirós.
 
O presidente da ASPEA felicitou todos os convidados presentes e fez uma perspetiva geral do encontro. Reforçou o reconhecimento do município de Guimarães como acolhedor destes eventos, naquele que é o ano oficial de candidatura a Capital Verde Europeia 2020.
 
O reitor da Universidade do Minho, discursou sobre a origem do ambiente e transmitiu a todos os presentes a evolução que tem realizado em torno de assuntos ambientais. De seguida,Luísa Queirós falou das atividades que a CCDR tem vindo a implementar e a executar.  O presidente da câmara de Guimarães questionou-se de como será o futuro do planeta e logo de seguida efetuou uma breve descrição do que é a educação ambiental.
 
Pablo Meira, da Universidade de Santiago de Compostela, abriu aconferência “Capital Verde Europeia- Educação Ambiental e Eco cidadania: novos desafios”, onde,
a coordenadora da candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia , Isabel Loureiro,fez uma apresentação das atividades que a Câmara de Guimarães tem vindo a desenvolver em prol das questões ambientais e utilizou a palavra “Acreditar” como palavra chave desta apresentação.
 
 
Agência Jovem de Notícias
Tânia Filipa Duarte Santos; Paulo Cardoso e Sofia Henriques