EDUCO2CEAN

Categoria: A Decorrer
Criado em segunda, 09 janeiro 2017, 16:13

eduCO2cean definitivo.jpg

O projeto EDUCO2CEAN tem como objetivo gerar um modelo pedagógico Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS), com potencial para ser aplicado em toda a União Europeia, e permitir a comunicação com a sociedade para a importância da pesquisa sobre os impactes e mitigação das mudanças climáticas no mar, com especial ênfase no Oceano Atlântico e no Mar Báltico.
O projeto propõe o desenvolvimento de competências-chave necessárias para a criatividade, melhorar a necessidade de aumentar a consciência sobre a relevância da frente de pesquisa de comunicação sobre as alterações climáticas e a sustentabilidade dos oceanos; e para a promoção do espírito científico empreendedor necessário para a transferência para a sociedade da importância deste conhecimento.

 

  • Mais informações aqui 
  • Guia do Professor/a aqui 
  • Declaração de interesse e compromisso da escola aqui 

 

 

Parceiros

 MASTS light ground                 CIÊNCIA VIVA                iesvirxe            

 universidade vigo                     xunta de galicia                LogoCEIPL1


Apoio à Divulgação

BA 30anos 300dpis CMYK         Agr. 1334 Oliveirinha            itap         logojumbo

  logoaeaav vectorizado         logo CMAveiro      Logo nazare        aplm        logo missão beatão      ASA LogoLayer


Apoio Institucional e Financeiro                 Conceção e Execução

EU flag Erasmus vect POS                    Logo ASPEA complerto 0                        

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O CLIMA É CONNOSCO

Categoria: A Decorrer
Criado em terça, 31 maio 2016, 13:08

Quinta Ecológica da Moita

Categoria: A Decorrer
Criado em sexta, 02 outubro 2015, 10:11

Quinta Ecológica da Moita em Aveiro

 

A Quinta Ecológica da Moita (QEM), parceria entre a ASPEA e a Santa Casa da Misericórdia de Aveiro, localizada na Mata da Moita em Oliveirinha, Aveiro, tem continuado a desenvolver actividades diversas para os vários públicos, tanto na quinta como no exterior. Apresentamos um resumo das atividades desenvolvidos nos últimos seis meses e o programa de atividades permanentes. A programação da QEM pode ser acompanhada na página web ou no facebook da Quinta Ecológica da Moita.
Entre muitas atividades promoveu-se a Festa do Mel, em que os participantes tiveram a oportunidade de conhecer melhor a importância ecológica e económica dos insectos polinizadores; visitar o Apiário Pedagógico, fazer um concurso de pratos confeccionados com mel; colaborar na extracção do mel com os apicultores Harald Hafner, Ana Jervis Cunha e Jenny Tavares e levar para casa o doce fruto do seu trabalho. Para a maioria, foi a primeira vez que acompanharam o percurso do mel da colmeia ao frasco.
A oportunidade de integrarmos o programa nacional Ciência Viva - Biologia no Verão trouxe novos participantes de todas as idades à QEM, através das actividades “Conhecer as abelhas e outros insetos polinizadores”, “Observação de borboletas diurnas na Mata da QEM”, “O Mundo Invisível da água”, “Criaturas da Noite”, “Construção de caixas-ninho e comedouros para aves” e “A vida nos charcos da QEM”.
Entre Julho e Agosto, realizaram-se dois campos de férias para crianças dos 6 aos 14 anos e os visitantes da QEM usufruíram da visita guiada à Expoanfíbios, uma exposição dedicada aos anfíbios da responsabilidade do CIBIO-UP, em que puderam observar ao vivo espécies da nossa anfibiofauna, tanto em aquaterrário, como nos charcos da quinta.
A QEM esteve presente com um stand didáctico na Exposição Internacional Canina e Felina, a convite da AveiroExpo, nos dias 6 e 7 de Setembro, possibilitando aos visitantes conhecer melhor os peixes, anfíbios e insectos aquáticos dos nossos rios e charcos, através de aquários, filmes, painéis informativos e jogos, além de poderem experimentar estar na “pele”de um apicultor.
A exposição Herpetília, resultante da parceria entre a QEM e o DeCA-UA, com o objectivo de criar objectos e jogos informativos, pelos alunos de Design, para aproximar a população dos anfíbios e répteis, esteve presente na Casa do Território, em Famalicão, em setembro, seguiu para o Congresso Luso-Espanhol de Herpetologia na UA, para o Festival de Cinema Internacional Ambiental Cine-Eco em Seia e para a Galeria da SCMA em Aveiro, em outubro, tendo recebido visitas escolares e do público em geral, gozando sempre degrande admiração pelos artefactos expostos e com os quais podem interagir e jogar. Esta exposição encontra-se disponível para poder ser apresentada em outros locais sendo a sua próxima paragem no Núcleo da ASPEA Monção.
No Dia das Bruxas, a QEM realizou, pela segunda vez, uma actividade nocturna de grande sucesso, a “Noites das Criaturas das Trevas”, para observação dos animais de actividade nocturna da Mata da QEM, como sejam os anfíbios, morcegos, aves de rapina e insetos nocturnos.
A Festa do outono é um dos eventos com grande adesão e várias actividades em simultâneo, durante o dia, para as famílias, ligadas à conservação da floresta e das linhas de água, tendo incluído o evento nacional Florestar Portugal e um almoço de confraternização.
A QEM proporcionou formação teórico-prática de campo em biologia e conservação da floresta e linhas de água aos funcionários da SCMA que colaboram com a QEM e aos seus Voluntários, tendo esta sido ministrada pelas biólogas Rosa Pinho (Herbário da UA) e Milene Matos.
O Dia Internacional do Voluntário foi comemorado a 5 de dezembro com um lanche de Voluntários após o trabalho de voluntariado, que continua a decorrer todas as quartas e sextas, das 14h30-17h30, em diversas áreas de actuação, nos espaços da quinta e mata.
As Hortas Familiares começaram a ser entregues no dia 10 de janeiro de 2015 integrando uma formação em Agricultura Biológica e Biodinâmica orientada por Henrique Bastos. Futuramente serão promovidas outras formações na temática agrícola para os adotantes das hortas, público em geral e grupos escolares. Estas hortas têm um design em serpenteado, pretendendo-se fomentar a entreajuda entre as famílias e uma melhoria da sua qualidade de vida. Vão ser instituídas junto àshortas corredores de plantas amigas dos polinizadores, de forma articulada com o Apiário Pedagógico, algo inovador no nosso país, como forma de atrair estes insetos benéficos e melhorar a qualidade e quantidade da produção agrícola.
Faça-nos uma visita e mantenha-se a par das nossas próximas actividades através do facebook Quinta Ecológica da Moita.
Para mais informações pode contactar-nos por email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Atividades permanentes na Quinta Ecológica da Moita
A Quinta Ecológica da Moita, com uma área de 17 hectares é um excelente exemplo de uma área florestal inserida em ambiente próximo de uma área urbana, embora na periferia da cidade de Aveiro, desempenhando do ponto de vista ecológico um importante papel de manutenção e refúgio de uma biodiversidade que interessa a todos preservar e é constituída por zonas de lazer, terrenos agrícolas e mata rica em biodiversidade com grande potencial para o desenvolvimento de atividades de Educação Ambiental. Esta mata apresenta uma diversidade bastante rica, destacando diversos tipos de fetos, uma floresta mista de carvalhos, sobreiros, choupos, amieiros, eucaliptos, pinheiros e castanheiros. Do ponto de vista de fauna destaca-se a presença de inúmeras espécies de aves. Destacamos, ainda, a presença de dois endemismos ibéricos, o lagarto de água e a rã de focinho pontiagudo.
Para trabalhar diferentes temas relacionados com as potencialidades ambientais da QEM temos um conjunto de propostas de atividades em permanência, para além da programação geral.


Atividade:AULAS NA NATUREZA
Duração: Sessões de 1H30 | 3H00 | 5H00
Destinatários: Grupos de alunos (todos os níveis de ensino) | Grupos seniores | Famílias
Áreas Temáticas / Conteúdos: Educação Ambiental; biologia; hortas pedagógicas; desporto de natureza; linhas de água; charcos; artes; escrita criativa; atividades socioeconómicas
Objetivos: Apoiar atividades curriculares em contexto fora de portas; Promover o gosto pela natureza; Dinamizar atividades de agricultura biológica e de permacultura; Observar espécies autóctones e outras de interesse ecológico; Facilitar projetos de investigação. Realizar oficinas no âmbito das temáticas apresentadas; Reabilitar espaços naturais.
Breve descrição da atividade: Através de um percurso pela Quinta Ecológica da Moita estão previstas atividades comoidentificação de espécies, limpeza de trilhos no interior da Mata, manutenção da horta pedagógica, conjugando a aprendizagem e tarefas de intervenção numa perspetiva de educação para a cidadania. Os recantos da mata, simplesmente surpreendentes e espetaculares, estão preparados e adaptados para enquadrar aulas na natureza com possibilidade de abordagem de diferentes conteúdos curriculares das diferentes áreas disciplinares. De acordo com a duração da atividade será proposto um programa de Educação Ambiental integrando diferentes propostas, com base em tarefas, como por exemplo: oficinas de reutilização com materiais da Quinta; atividades na horta pedagógica; atividades de relaxamento em espaço natural (bambuzal); jogos lúdicos, sensoriais, de motricidade; visionamento de filmes com debate; visita a exposições; atividades experimentais e de investigação; expressões artísticas; atividades de lazer e recreio.
________________________________________
Atividade:À DESCOBERTA DA MATA COM ARTE
Duração: Sessões de 1H30 | 3H00
Destinatários: Grupos de alunos (até ao 3º ciclo) | Grupos seniores
Áreas Temáticas / Conteúdos:Reutilização criativa; ecologia; floresta
Objetivos:Sensibilizar para o consumo ambientalmente sustentável e socialmente responsável; realizar atividadesartísticas sobre conteúdosrelacionados com a floresta, as árvores e reutilização de materiais; reconhecer a importância da floresta no equilíbrio do Planeta “nossa casa comum”; desenvolver competências sociais e pessoais nas áreas do ambiente e da expressão artística.
Breve descrição da atividade:A proposta da ação «À descoberta da mata com arte» pressupõe um programa de atividades que inclui a receção, uma visita orientada à Mata da Moita, recolha de elementos naturais e uma oficina de reutilização criativa sobre temas da floresta e da água (rios, ribeiras e charcos), com materiais reutilizados da Quinta e reciclagem.
________________________________________

Atividade:A QUINTA VAI À ESCOLA
Duração: Sessões de 1H30 | 3H00
Destinatários:Grupos de alunos (pré-escolar e 1º ciclo) | Grupos Seniores
Áreas Temáticas / Conteúdos:Reutilização criativa; ecologia; floresta
Objetivos:Sensibilizar para o consumo ambientalmente sustentável e socialmente responsável; realizar atividadesartísticas sobre conteúdosrelacionados com a floresta, as árvores, a água (rios, ribeiras e charcos) e reutilização de materiais; reconhecer a importância da floresta no equilíbrio do Planeta “nossa casa comum”; desenvolver competências sociais e pessoais nas áreas do ambiente e da expressão artística.
Breve descrição da atividade:O Projeto «Oficinas de Reutilização Criativa» integradas na ação “A Quinta vai à Escola” será composto por cinco propostas de atividades para as crianças do 1º ciclo do ensino básico e do jardim-de-infância, a realizar em contexto de sala de aula. As atividades terão uma introdução apresentada em PowerPoint para uma breve apresentação da QEM, um enquadramento teórico sobre os temas das oficinas e explicação das técnicas e procedimentos. Para as atividades serão utilizados materiais, essencialmente da natureza ou elementos transformados de origem natural.
________________________________________
Atividade:HÁ VIDA NA ÁGUA
Duração: Sessões de 1H30 | 3H00
Destinatários:Grupos de escolas | Famílias | Grupos seniores | Público em geral
Áreas Temáticas / Conteúdos: Recursos hídricos; biologia; ecologia;bioindicadores da qualidade da água; espécies dulçaquícolas; recuperação de linhas de água
Breve descrição da atividade:Percursos pelas linhas de água e charcos da QEM; atividades lúdicas e sensoriais; jogos na natureza. Através de atividades de observação, investigação, manutenção e recuperação de linhas de água e charcos da QEM pretende-se sensibilizar e comprometer os grupos para a adoção de um troço de rio ou ribeira ou de um charco. Ao envolver-se neste projeto promove-se a curiosidade científica e experimental e estudam-se aspetos ecológicos, sociais, culturais, ambientais contribuindo para a melhoria e monitorização do espaço adotado.
________________________________________

Atividade:HORTA PEDAGÓGICA NA QEM
Custo por pessoa: 2,00€ | 3,00€ | 5,00€
Destinatários:Grupos de alunos I Grupos de alunos e cidadãos com necessidades educativas especiais I Grupos de cidadãos com mobilidade reduzida I Famílias
Áreas Temáticas / Conteúdos:Agricultura biológica e biodinâmica; conservação da biodiversidade; soberania alimentar; conservação de sementes de espécies tradicionais; jogos dos sentidos
Objetivos:Desenvolver a consciência ecológica das crianças a partir da valorização das hortas pedagógicas; explorar conteúdos curriculares através de atividade experimentaisem agricultura biológica e biodinâmica; valorizar espaços de hortas como “laboratório vivo”; promover a adoção de estilos de vida saudáveis; reconhecer as vantagens da adoção de técnicas de agricultura biológica, como procedimentos mais benéficos para o ambiente e para a saúde do Homem.
Breve descrição da atividade:…
________________________________________

Atividade:ADOTE UMA HORTA
Ano Internacional da Agricultura Familiar
Custo por pessoa: 10€/mês
Destinatários:Famílias
Áreas Temáticas / Conteúdos:Agricultura biológica e biodinâmica; conservação da biodiversidade; soberania alimentar; conservação de sementes de espécies tradicionais; jogos dos sentidos
Objetivos:Desenvolver a consciência ecológica das famílias a partir da valorização das hortas familiares; explorar práticas de agricultura biológica e biodinâmica; promover a adoção de estilos de vida saudáveis; reconhecer as vantagens da adoção de técnicas de agricultura biológica, como procedimentos mais benéficos para o ambiente e para a saúde do Homem.
Breve descrição da atividade:Cultive os seus legumes, ervas aromáticas e flores comestíveis na companhia da sua família e colegas das Hortas, rodeado por uma paisagem florestal inspiradora e beneficiando de formação e acompanhamento em Agricultura Biológica e Biodinâmica. Em 2014, junte-se ao Ano Internacional da Agricultura Familiar e adote uma Horta.

 
Acompanhe as atividades pelo Facebook em https://www.facebook.com/QuintaEcologicadaMoita

O CLIMA É CONNOSCO

Categoria: A Decorrer
Criado em terça, 24 maio 2016, 11:38

climalogo

Site do Projeto: http://oclimaeconnosco.wix.com/o-clima-e-connosco

 

 

ASPEA é vencedora do concurso “O clima é connosco”


O prémio é resultado da campanha da Imprensa Nacional-Casa da Moeda “Uma Moeda Uma Causa”, que comercializou coleção especial de moedas que chamam a atenção para as questões climáticas


É com muita alegria que noticiamos que a ASPEA foi a vencedora do concurso nacional “O clima é connosco”. Lançado em junho de 2015 pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), o concurso tinha como finalidade a concepção, o desenvolvimento e a implementação de uma campanha de comunicação de âmbito nacional de sensibilização e empoderamento da população em geral sobre as alterações climáticas.


De acordo com o regulamento do concurso o objetivo do mesmo é “contribuir para o conhecimento sobre alterações climáticas e sobre os impactos das escolhas e decisões dos cidadãos para uma necessária e urgente redução de emissões nocivas para a atmosfera, contribuindo desta forma para uma economia resiliente e de baixo carbono”.


Vale ressaltar que o prémio é resultado de uma campanha mais ampla feita pela Imprensa Nacional - Casa da Moeda (INCM), no âmbito do plano numismático para 2015, que cunhou e comercializou uma moeda de coleção integrada na série “Uma Moeda Uma Causa”. Parte das receitas da venda desta moeda serão revertidos para a ASPEA, como vencedora do concurso.


A ASPEA está neste momento a trabalhar na concretização do plano de comunicação sobre as alterações climáticas que terá diferentes etapas. A primeira etapa será a preparação e criação da identidade corporativa da campanha e a criação de uma plataforma web do projecto. Nesta sequência, serão realizadas ações de divulgação e promoção da participação e implicação cidadã, com atividades em escolas e eventos para a população em geral, como as Conversas& Oficinas sobre o Clima, o Clima em Festa, que passará por Lisboa, Açores, Madeira, Faro, Leiria e Avintes. A segunda etapa ainda contará com um passeio ciclístico na Murtosa, pedalando pelo clima“, em Aveiro e a presença no Festival de Cinema Ambiental CineEco de Seia. A terceira e última etapa será o momento de avaliação do projeto.


Os coordenadores do projeto “O Clima é Connosco” na ASPEA, Fátima Matos Almeida e Joaquim Ramos Pinto, explicam que o projeto trabalha conceitos e perceções das pessoas de forma a que “as alterações climáticas não sejam vistas como um problema “dos outros”, mas sim como um problema de todos, e que está nas nossas mãos, nas nossas ações do dia-a-dia, contribuir para a sua mitigação e adaptação”. O plano de comunicação vai envolver tanto a parte teórica, com linguagem e design. Quanto à parte prática, com as ações nas escolas e eventos para a população em geral, visa “situar as alterações climáticas como um problema social e individualmente relevante, onde todos e todas temos responsabilidade, interligando as suas causas e as suas consequências com os espaços em que se desenvolve a vida quotidiana de todos e todas nós, com a finalidade de promover e privilegiar estilos de vida de baixo carbono”, completam os coordenadores do projeto.


O seminário de apresentação e lançamento do plano de comunicação sob o mote “O clima é connosco” teve lugar no dia 9 de abril de 2016, na Escola Superior de Educação de Viseu (Rua Dr. Maximiano Aragão), no âmbito das XXII Jornadas Pedagógicas da ASPEA. A sessão iniciou-se com a conferência proferida pelo Prof. Doutor Pablo Ángel Meira Cartea “COMUNICAR AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS: RESPOSTAS AOS DESAFIOS DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL”, seguida da apresentação pública do respetivo plano de comunicação “O clima é connosco” e sessão de encerramento das XXII Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental, presidida pelo Exmº Sr. Secretário de Estado do Ambiente, Dr. Carlos Martins.

 

facebook clima

 

Resumo das acções do plano de comunicação

1. Criação da imagem do plano de comunicação

A criação de uma identidade própria, com uma imagem de referência e uma assinatura que dá o mote a toda a campanha, permite a criação de maior notoriedade e visibilidade de toda a ação de sensibilização, contribuindo para potenciar os efeitos positivos da mesma.

2. Seminário de apresentação e lançamento do plano de comunicação

Será apresentado de forma oficial, antecedida de uma divulgação alargada nos meios de comunicação social. Faremos o convite a especialistas implicados nesta temática das alterações climáticas.

3. Concurso de curtas-metragens “O Clima é connosco”

Envolver a sociedade no que concerne às alterações climáticas, para que crie ferramentas de comunicação em formato de vídeo, expondo situações reais que ocorrem no nosso país, inseridas na problemática das alterações climáticas, nomeadamente as causas, consequências, adaptações, mitigação, vistas de diversas perspetivas, desde a arte, a ciência, às ações individuais ou coletivas.

4. Concurso de Infográgicoscharts sobre as alterações climáticas

5. Criação de plataforma web e redes sociais

Se encontrarão disponíveis informações, recursos, notícias e atividades, assim como dicas para o cidadão se implicar e agir perante os desafios das alterações climáticas.

6. Sessões de oficinas " O clima é connosco"

Destinadas a diferentes públicos/coletividades/associações, têm como objetivo o desenvolvimento de jogos de simulação.

7. Sessões de conversas " O clima é connosco"

Destinadas a diferentes públicos-alvo, as sessões de Conversas sobre o Clima pretendem, apresentar de uma forma clara e prática uma visão geral sobre a evolução do clima até aos nossos dias e formas como todos podemos contribuir para a mitigação dos problemas relacionados com as alterações climáticas

8. De Comboio pelo Clima

Será desenvolvida nas carruagens dos comboios intercidades e regionais da CP - Comboios de Portugal e em estações de comboio, ao longo de três dias em nove itinerários a nível nacional. Nas estações de comboio está prevista a realização de sessões de animação, promovendo a interação com as pessoas, entre outras atividades.

9. Eventos Clima em Festa

Propomos aprofundar no conhecimento em matéria de mitigação das alterações climáticas, divulgando boas práticas e dinamizando comportamentos de baixo carbono na sociedade.

  •  Clima em Festa em Lisboa - com a participação da Escola Profissional Bento Jesus Caraça para a realização de um FlashMob.
  •  Clima em Festa em Anadia - na Feira do Ambiente. Quizs e jogos de simulação. 
  •  Clima em Festa na Horta, Açores – a ser desenvolvido no núcleo da ASPEA-Açores.
  •  Pedalando pelo Clima na Murtosa, Aveiro - contará com uma “bicicletada” onde os participantes serão sensibilizados para a importância do uso da       bicicleta e dos transportes públicos.
  • Clima em Festa em Faro - serão apresentados propostas educativas sobre alterações climáticas, contando com o apoio do Agrupamento de Escolas Tomás Cabreira.
  •  Clima em Festa em Leiria - será organizado no Mercado de Leiria e contará com a participação de produtores locais tendo em vista a sensibilização para a adoção de boas práticas de consumo.
  •  Clima em Festa no Parque Biológico de Gaia - alertar para a perda de biodiversidade associada às alterações climáticas.

10. Sessão pública de encerramento no Festival de Cinema Ambiental CineEco de Seia - a par da apresentação dos resultados do projeto, neste evento serão visualizadas as 10 curtas-metragens selecionadas no concurso, e serão dinamizadas oficinas e propostas as atividades de continuidade.

Para mais informações contactar para 917.878.100 / 916.635.638


Para conhecer a moeda de coleção pode consultar em:

https://www.bportugal.pt/pt-PT/OBancoeoEurosistema/ComunicadoseNotasdeInformacao/Paginas/combp2015111

 

Moeda twofaced trans

 

CurtMAR

Categoria: A Decorrer
Criado em quinta, 01 outubro 2015, 16:38

CurtMAR - Curtas-Metragens de Animação em Língua Portuguesa
O CurtMAR - Curtas-Metragens Ambientais em Língua Portuguesa, é um projeto educativo concebido e desenvolvido pela ASPEA, em parceria com a Escola Profissional do Alto Minho Interior- EPRAMI e com a Associação Portuguesa do Lixo Marinho- APLM, através do mecanismo financeiro EEA Grants, promovido pela Direção Geral de Política do Mar- DGPM e que conta com o apoio da escola norueguesa Dettverrfagligekunstinstitutt - DTK.
O Projeto CurtMAR envolve uma equipa de educadores ambientais, cientistas do meio marinho e técnicos da arte audiovisual. Prevê sessões de conhecimento nas escolas secundárias e profissionais, e um Concurso de Curtas Metragens de Animação, ambos com o objetivo de incrementar a Literacia do Oceano, destinadas a alunos, de norte a sul de Portugal Continental, Açores e Madeira. Haverá também partilha de informações com alunos da Noruega por vídeo-conferência.
O projeto CurtMAR, tem como objetivo geral promover a literacia do Oceano: Educar para conhecer, respeitar, valorizar, e empreender no Oceano. Promover simultaneamente, o ambientalismo, cidadania juvenil, a criatividade e a arte audiovisual como forma de expressão, são os seus objetivos complementares.