ASPEA marcou presença num dos maiores eventos sobre água e ciência através do Projeto Rios

Categoria: Noticias Criado em terça, 25 setembro 2018, 16:47

banner aquaporto

Nos passados dias, 28 e 29 de Setembro, a Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA) esteve presente no Festival AQUAPORTO 2018, que se realizou no parque da Cidade.

“Um olhar sobre os nossos Rios” serviu de mote às oficinas realizadas por uma equipa de monitores do Projeto Rios. Estas oficinas pretenderam promover o conhecimento da biodiversidade dos nossos rios e ribeiras e serem, também, uma óptima forma de todos os presentes conhecerem o Projeto Rios e a sua missão.

O Projeto Rios, um projeto ibérico coordenado a nível nacional pela ASPEA, tem como missão estratégica a adopção e monitorização de um troço de rio, de modo a promover a sensibilização da sociedade para os problemas e a necessidade da sua protecção e valorização (dos sistemas ribeirinhos). O Projecto Rios tem como principal objectivo a adopção de 500 metros de um troço de um rio ou ribeira, promovendo a sua monitorização e ações de melhoria, como limpeza e controlo de invasoras. Para auxiliar nesta tarefa é fornecido um kit didáctico.

O Festival AQUAPORTO é um dos maiores eventos sobre água e ciência realizado a nível nacional e, este ano, teve as alterações climáticas como tema central sob a premissa ”Pelo Planeta, Mãos à água”.

A organização refere que “as alterações climáticas, enquanto maior problema ambiental do século XXI, foi a temática escolhida para a quinta edição da iniciativa, que apresenta um programa diversificado composto por mais de 80 experiências científicas, pedagógicas e lúdicas e promete levar ao Parque da Cidade, na área envolvente ao Pavilhão da Água, mais de 25 mil pessoas.”

As experiências foram gratuitas e tinham como propósito aproximar a sociedade a investigadores e especialistas em educação e sensibilização ambiental, com o objetivo de divulgar a ciência de uma forma prática e divertida associada à temática da água. Tendo em conta o tema deste ano, as atividades focaram-se não só na defesa dos recursos hídricos, mas também na preservação da biodiversidade, na promoção da eficiência energética e das energias renováveis, no incentivo à mobilidade sustentável, na dinamização da economia circular, na reutilização e reciclagem de resíduos, na adoção de estilos de vida sustentáveis e de comportamentos de baixa intensidade carbónica.

Veja a nossa galeria de fotos clicando, aqui