25ª edição das Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental

Categoria: Noticias Criado em quinta, 06 dezembro 2018, 11:11

Banner XXV Jornadas

A Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA) tem vindo a promover descentralizadamente as Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental em Portugal, com periodicidade anual e temáticas diversificadas e, neste momento já está a organizar a 25ª edição.

A 25ª edição das Jornadas decorrerá na Vila de Lousada, no Auditório Municipal de Lousada, entre os dias 15, 16 e 17 de março de 2019. Organizado pela ASPEA este evento tem, também, como coorganizador e parceiro estratégico a Câmara Municipal de Lousada. A escolha do local assenta no reconhecimento que este município tem, a nível regional e nacional, no âmbito das suas ousadas e inovadoras iniciativas, quer ao nível ambiental quer ao educativo.

Com o tema «Educação Ambiental e diálogo intergeracional: oportunidades e sinergias», o programa das jornadas é preenchido por diversas conferências magistrais, comunicações orais, stands, oficinas pedagógicas e saídas de campo com ações de intervenção, cujos conteúdos se distribuem por 3 eixos temáticos. Estas Jornadas contam, também, com a presença de vários convidados nacionais e internacionais.

Estas Jornadas assumem-se como uma ótima oportunidade para valorizar a intergeracionalidade face aos desafio das crises ambientais, enfrentadas atualmente.

As XXV Jornadas irão, também, ocorrer e debruçar-se sobre outro momento marcante das políticas públicas centrais em prol do reforço e dinamização da Educação Ambiental em Portugal – a Estratégia Nacional de Educação Ambiental (ENEA) que vigora até 2020. A concretização da ENEA assenta num trabalho transversal em torno de 16 medidas estratégicas que garantam os compromissos nacionais e internacionais assumidos por Portugal, destacando-se o Acordo de Paris e os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030. “Valorizar o território” e a intergeracionalidade através de uma educação crítica são alguns dos objetivos da ENEA e também temas centrais das XXV jornadas.

Eixos temáticos:

Eixo 1 - Educação Ambiental: diálogo intergeracional e inclusão social

Desejando a Educação Ambiental, não apenas a sensibilização face aos problemas ambientais, mas também mudanças conscientes relativamente a tudo o que nos rodeia, então torna-se essencial o intercâmbio geracional, as memórias e os saberes sobre o ambiente de quem tem mais experiência de vida.

Este eixo temático é dedicado à partilha de iniciativas que fomentem a inclusão social e as trocas intergeracionais. Tais iniciativas poderão ir desde atividades em família; à inserção de pessoas seniores como educadores ambientais de crianças e jovens a partir das suas memórias sobre as transformações ambientais, até outros formatos que desafiam os cidadãos como educadores/ cuidadores informais a participar em ações pro-ambientais com os mais novos. Também os contextos em que estas iniciativas ocorrem são diversas, podendo este eixo trazer experiências de contexto escolar, em recursos como os equipamentos para a educação ambiental ou noutros âmbito sociais.

Eixo 2 - Educação Ambiental na valorização das comunidades locais

É consensual o reconhecimento sobre o papel da educação ambiental na valorização socioeconómica das comunidades locais. Toma-se aqui “comunidades locais” como os territórios de vivência, aprendizagem, na partilha de saberes e memórias que se circunscrevem em determinado espaço físico e social. Assim, as práticas comunitárias poderão ser valorizadas nas suas diferentes expressões sociais, seja através de saberes populares e ou património material evidenciando práticas tradicionais sustentáveis. Não obstante, estudos mostram haver pouca integração e interligação do património cultural e natural, seja em áreas rurais, naturalizadas (ex. espaços naturais protegidos) ou áreas urbanas. Através de casos práticos dos equipamentos, espaços públicos e outros espaços, pretende-se que este eixo traga o debate sobre a forma como a valorização do património cultural local pode contribuir para repensarmos a nossa relação com o património natural.

Eixo 3 - Educação Ambiental: abordagens cooperativas, artísticas e de bem-estar

A (re)configuração dos indivíduos e sociedades ambientalmente responsáveis apela cada vez mais ao desenvolvimento conjunto de estratégias criativas e que harmonizem o “ambiente externo” e “interno” ou pessoal. Este eixo temático convida à partilha de experiências e projetos em temáticas ambientais baseados em: a) metodologias cooperativas como espelho do caminho coletivo desejável (ex. dinâmicas de jogos de cooperação, simulação de situações, ações de intervenção comunitária); b) diferentes vertentes artísticas em harmonia com o ambiente como ferramentas desafiadoras do pensamento socioeconómico dominante e pouco sustentável; c) dinâmicas de promoção da saúde, bem-estar, para uma (re)educação individual e coletiva na relação com o “eu” e com o meio envolvente. Todas estas abordagens serão abordadas através de iniciativas desenvolvidas em e com espaços públicos e equipamentos para a educação ambiental.

Para aceder ao site oficial das Jornadas clique, aqui!