Presença da ASPEA em Viseu é destaque na cerimónia de abertura das XXII Jornadas Pedagógicas

Categoria: Noticias Criado em sexta, 08 abril 2016, 19:36

O primeiro núcleo da ASPEA na zona interior do país está a ser instalado em Viseu, e é por isso que a cidade de Viseu é palco das XXII Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental, nos dias 8 e 9 de abril.“Encruzilhadas para a participação, cooperação e paz” é o tema do encontro, Organizado pela Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA), em parceria com o Município de Viseu e a Escola Superior de Educação de Viseu (ESEV).

Durante dois dias, quarenta oradores protagonizam conferências, apresentações, debates e oficinas em torno da educação ambiental. O papel dos jovens na construção de sociedades mais sustentáveis, uma cidadania focada no respeito ambiental, os projetos e desafios para a cooperação nacional e internacional, assim como os princípios e valores da Carta da Terra e o seu papel na educação para a paz orientam as comunicações e intervenções das Jornadas. A iniciativa tem como palco principal a ESEV e conta com mais de 100 inscritos

A sessão de abertura foi presidida pelo presidente da ASPEA, Joaquim Ramos Pinto, Presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, Presidente da ESEV, João Paulo Balula e a coordenadora do grupo de missão governamental para o desenvolvimento do interior, Helena Freitas.

O presidente da ASPEA disse que a sede do núcleo em Viseu é a primeira sede da organização no interior, daí a presença de Helena Freitas. Reforçou o reconhecimento do município de Viseu como acolhedor de propostas que os núcleos apresentam e referiu que as escolas são responsáveis pela educação e formação dos alunos. Por último salientou que as jornadas ligam-se ao papel dos jovens e à cooperação.

O presidente da ESEV manifestou satisfação por acolher as Jornadas nas instalações da sua escola e felicitou a ASPEA pela realização das XXII Jornadas. Referiu ainda que apesar dos poucos recursos económicos disponíveis para o interior, a cidade de Viseu continua a conseguir desenvolver projetos de grande relevância para melhoria da qualidade de vida dos habitantes do concelho.

O presidente da câmara de Viseu falou sobre o crescimento populacional da cidade em contraste às outras cidades do interior, tendo nos últimos 20 anos aumentado a população em 17 mil pessoas. Ele espera que o futuro núcleo da ASPEA venha a participar nos debates da autarquia e que seja ativo. Disse que as funções básicas da autarquia criam responsabilidades como limpeza de ruas, boa jardinagem e bom acesso à água. Ainda salientou alguns projetos futuros como a Mobilidade Urbana de Viseu e o fecho ao trânsito do centro histórico.

Por último, a coordenadora do grupo de missão governamental para o desenvolvimento do interior revelou uma grande estima pela ASPEA que já acompanha à alguns anos e que apesar das dificuldades socioeconómicas e politicas a Associação continua a desenvolver a sua atividade na área ambiental da educação. Comentou que "é através da inteligência e do conhecimento que conseguimos fazer a diferença".

 

Texto: Beatriz Jorge e Paulo Cardoso

Foto: Peixoto Imagem