Nas Jornadas Pedagógicas, jovens repórteres ASPEA relatam suas experiências ao participarem de Grupos de Trabalho

Categoria: Noticias Criado em sábado, 09 abril 2016, 15:22

Durante as XXII Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental, que acontece entre os dias 08 e 09 de Abril na cidade de Viseu, cinco jovens, entre 13 e 19 anos, de diferentes regiões de Portugal, atuam como jovens repórteres do evento. A iniciativa faz parte do projeto Agência Jovem de Notícias, uma parceria da ASPEA com a ONG brasileira Viração Educomunicação.

Dois destes jovens participaram na sexta-feira, 08 de abril, de Grupos de Trabalho e relataram como foi a experiência de estar em meio a grupos tão relevantes, compostos prioritariamente por professores, investigadores, técnicos e integrantes de associações.

Veja abaixo os relatos:

Catarina Soares, 13 anos, Setúbal

“No dia 8 de Abril, durante a tarde das XXII Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental, eu, Catarina Soares, uma jovem repórter da ASPEA, tive a honra de apresentar um trabalho da minha autoria onde dei a minha opinião quanto à Educação Ambiental. Apresentei a forma como eu imagino que deve ser transmitida aos jovens a temática ambiental e que conselhos lhes devemos dar, a relação entre o homem e o meio ambiente, atividades e ações que ajudam o planeta, entre outros assuntos. Por exemplo, mostrei como nós jovens gostaríamos de ver documentários sobre a natureza que depois possam ser falados nas aulas, irmos mais a campo, realizarmos trabalhos de consciencialização ambiental, etc. Basicamente foi um trabalho de reflexão mas que passa uma mensagem positiva e objectiva para que as pessoas possam perceber de imediato o que é pretendido.

Antes e até depois de eu o apresentar estive a ouvir e a ver trabalhos e projetos realizados por outras pessoas, como professores e directores de associações.

Adorei bastante esta experiência pois aprendi várias coisas, tive conhecimento de vários projetos pelos quais achei bastante interessantes e fiquei felicíssima por as pessoas que estavam naquele grupo de trabalho terem gostado da minha apresentação.”

 

Paulo Cardoso, 15 anos, Viseu

“Entre outros Grupos de Trabalho, eu, Paulo Cardoso, estive presente no grupo sobre Educação Ambiental e participação Socioambiental, na qual houve três apresentações.

Na primeira apresentação, pelos dinamizadores David Ramos Silva e Adelina Pinto, ambos da ASPEA, falou-se de fóruns infanto-juvenis que decorreram em Aveiro, sendo fóruns de participação de crianças e jovens até ao nível do secundário, onde apresentaram projetos da escola da área ambiental, através de teatro, música e dança. Os jovens desenvolveram estes projetos sozinhos apenas com apoio do professor, sendo depois apresentados à comunidade, autarquias e decisores políticos. O objetivo principal foi ouvir as crianças e colocar a informação na carta do município de Aveiro. A divulgação nesta Jornada serviu para que aumentasse a divulgação por todo o país, o que não está a acontecer.

Na segunda apresentação, o dinamizador Leonel Pires, do Instituto das Comunidades Educativas - ICE, apresentou um conceito sobre Educação para a Cidadania, que é um projeto para professores desempregados e que trabalha com a questão das comunidades educativa. Inclui-se numa questão de inclusão social, sendo importante na atualização desses professores.

Na terceira apresentação, a dinamizadora Albertina Raposo, do Instituto Politécnico de Beja, falou sobre trabalho com os alunos do ensino secundário de experiências de reutilização de óleos, tratamento de águas e implantação desse projetos nas escolas. Neste âmbito, o projeto futuro é a dinamização por mais distritos e escolas, através da comunicação social.”