Relato sobre a experiência de monitorização no projeto Mapear em Braga

MAPeAR_EB23Palmeira

O projeto Mapear foi desenvolvido em Braga pela Escola Básica de Palmeira, do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda. O projeto envolveu diretamente dois professores de Ciências Naturais, um professor de TIC, uma turma do 8º ano e uma turma do 9º ano.

O percurso de medições da qualidade do ar e do ruído escolhido pela escola tinha sensivelmente 800 metros e 4 pontos de monitorização. As medições decorreram entre o fim de outubro e início de novembro, essencialmente em dois momentos, pelas 8 horas e pelas 13 horas, e foram realizadas por duas equipas de alunos. Foi também colocado na escola um sensor fixo, que se encontra a efetuar registos desde o dia 5 de novembro.

Três dos alunos que participaram no projeto escreveram um pequeno testemunho da sua experiência de monitorização no projeto Mapear, que apresentamos de seguida.

"Nos 5 dias em que eu (Francisco), o Rui e o João nos sentimos como pequenos cientistas, nós tínhamos que passar por 4 pontos:

  • 1 - Fora da EB2,3 Palmeira, junto à entrada principal;
  • 2 - Na bomba de gasolina do outro lado da rua em frente ao Ramôa;
  • 3 - Na rotunda à frente do Nova Arcada;
  • 4 - Na paragem de autocarro em frente ao restaurante Segredos do Leitão.

 

Para monitorizar, usamos aparelhos de muito fácil aprendizagem que apenas necessitavam de algumas coisas:

MAPEAR_Braga

Aparelho de medição dos gases  - neste aparelho era necessário ligar 30 minutos antes, ao lado de uma janela, para monitorizar os gases exteriores. Quando saímos da escola era apenas necessário deixar o aparelho ligado ao powerbank (que tinha que ser carregado todos os dias) e fora da mochila.

Quando chegava a casa, era necessário pôr o powerbank a carregar e enviar os dados recolhidos no cartão microSD para a professora por e-mail.

 

MAPEAR_Braga

Aparelho de medição do som - para o aparelho do som, o Rui teve de instalar uma aplicação no telemóvel para conectar com o bluetooth do telemóvel. O Rui sincronizava o aparelho com o telemóvel. Ligava o aparelho, ligava o bluetooth e escolhia a velocidade "slow". Depois ele tinha que ir à aplicação, procurar o dispositivo e começava a medir o ruído. No fim parava a medição, guardava os dados e enviava para a professora.

O Rui também tinha que, a cada paragem, responder a um questionário sobre o local onde estávamos, condições atmosféricas e outros dados.

 

MAPEAR_Braga

Aparelho de medição das partículas - Durante uma semana foi realizada uma experiência de monitorização. Nesses dias foi ligado um aparelho de medição de partículas do ar. A esse aparelho estava ligado um telemóvel com dados móveis, GPS, Bluetooth e o ponto de acesso móvel.

Durante os 5 dias úteis da semana, foi realizado sempre o mesmo percurso, a pé, com o aparelho e o respetivo telemóvel. De salientar que nos primeiros dias esteve a chover bastante.”

17 de novembro

MAPEAR_Braga