Quinta Ecológica da Moita realiza diagnóstico para estreitar os laços com a comunidade envolvente

Categoria: Noticias Criado em quinta, 01 setembro 2016, 14:10

Estudo SaraCarvalho

A ASPEA Aveiro, em colaboração com a especialista em Educação Ambiental Sara Carvalho, levou a cabo um diagnóstico sobre “Estratégias de articulação da Quinta Ecológica da Moita (QEM) com a comunidade local”, cujas primeiras conclusões foram apresentadas no Dia Aberto da QEM, no passado dia 22 de Julho.
O diagnóstico teve como objetivos auscultar as representações sobre o papel da QEM; analisar o grau de participação da comunidade local e perceção sobre os principais problemas socioambientais locais, assim como propor estratégias de articulação com a comunidade do Concelho.

Para o estudo foram entrevistados os responsáveis de 28 entidades nas freguesias limítrofes à QEM e no centro de Aveiro (instituições públicas, privadas e não governamentais, incluindo a Santa Casa da Misericórdia em Oliveirinha).

As entidades entrevistadas vêm diversas potencialidades na QEM (social, pedagógica, de conservação e lazer) e de envolvimento de mais segmentos da população local. -Alguns problemas socioambientais locais foram mencionados como temas a trabalhar na QEM.
De uma forma geral, propõe-se que a QEM:
a) evolua considerando 2 eixos temáticos de atuação local (1-agricultura/alimentação sustentável (ambiental e socialmente) e 2-gestão integrada e participada da área florestal), havendo acompanhamento desses eixos e atividades propostas com as entidades envolvidas no diagnóstico, num processo de investigação-ação;
b) Reforçe estratégias pedagógicas multidisciplinares e abstratas (ex. jogos de simulação, roll-playing) e reflexão final; conjugação de áreas como a Arte e Ambiente; jogos tradicionais demonstrados por jovens e séniores; reconstituição da época das colheitas, etc.).

Este diagnóstico é, assim, um ponto de partida para dar resposta, a curto e médio prazo, às necessidades identificadas e para continuar a missão da QEM.