Vouga News: Um Rio de memórias

Categoria: Noticias Criado em sábado, 13 outubro 2018, 14:02

vouganews

Adriana, Anita e Maria viram peixes! Na entrada do Balneário Rainha Dona Amélia encontramos estas três jovens, caracterizadas de peixes, dando as boas vindas aos convidados e participantes das “Jornadas de Art’Ambiente: Um Rio de Memórias”

, realizadas entre os dias 12 e 14 de outubro de 2018, em São Pedro do Sul, distrito de Viseu. Entre os vários objetivos desta atividade temos: capacitar os participantes com técnicas artísticas para uma eficaz abordagem dos temas ambientais e proporcionar uma reflexão acerca da conexão entre Ambiente, Expressão Artística e Sociedade.

Esta atividade conta com a presença de cerca de 60 jovens, professores, educadores, pesquisadores e representantes de instituições publicas. É promovida pela ASPEA e tem como parceiros estratégicos a Câmara Municipal, as Termas de São Pedro do Sul e a Escola Secundária Alves Martins.

Nós, da Agência Jovem de Notícias entrevistamos alguns dos convidados. Segundo Joaquim Ramos Pinto, Presidente da ASPEA, estas Jornadas têm uma forte motivação na articulação entre as áreas das expressões artísticas e o ambiente, saindo um pouco dos padrões tradicionais de comunicar, como objetivo principal: utilizar novas metodologias de trabalho para integrar no nosso dia a dia, outras formas de abordarmos a questão ambiental com a dança, a música, o teatro e as artes plásticas.

Mercês Teixeira, representante da Agência Portuguesa do Ambiente, explica que estas iniciativas são bastante importantes para o desenvolvimento sustentável, na medida em que envolvem muitos atores locais para que, de facto passemos da teoria à prática, ou seja, desde a Câmara Municipal até a uma associação ambientalista, incluindo professores e a APA, que no fundo é a autoriade nacional do ambiente. Afirma, também, que se todos tivermos envolvidos nesta causa comum o sucesso das ações no território são mais eficazes.

A Vereadora da Câmara Municipal de São Pedro do Sul, Teresa Sobrinho, apresenta expectativas muito elevadas, pois segundo a mesma, a associação dinamizadora trabalha bem, tudo o que faz tem qualidade e deixa sempre uma marca nos territórios. Assegura uma satisfação por as Jornadas se realizarem em São Pedro do Sul, visto que existe a necessidade de protegermos o nosso ambiente mais que nunca.

Estas Jornadas prometem uma diversidade de atividades para todas as faixas etárias, de modo a obter conhecimentos múltiplos sobre o ambiente e não só. Alguns dos motivos que trouxeram os participantes até S. Pedro do Sul foram os trabalhos de projeto desenvolvidos nas escolas sobre a área da defesa do ambiente, sendo cada vez mais interessante nos dias de hoje, dado que é uma questão que nos diz respeito a todos. Por outro lado, David Silva, elemento da direção da ASPEA e como elemento integrante do grupo de origem do projeto, afirma que será interessante devido ao facto de as Jornadas terem um caráter teorico-prático, com um conjunto de diversas atividades dinâmicas tanto no interior como no exterior.

Por fim, conversamos com a Professora de Biodanza, Raquel Bontempo, que apresenta o tema “Cuidar da Vida”, enquadrado na proteção e nutrição da vida humana com a arte de dançar, tal como a ASPEA preserva o meio ambiente.

Sem dúvida que é uma oportunidade única e com um caráter informativo bastante dinâmico. Três dias de Jornadas a não perder!

Este artigo foi redigido, na integra, pelos nossos Jovens Repórtes. Com o auxilio de Paulo Lima da ONG Viração, Liliana Ferreira e Marta, colaboradoras da ASPEA. 

Vejam o vídeo que eles prepararam para vocês clicando, aqui!

Acompanhe todas as nossa intervenções e atividades clicando, aqui!