toto 4d situs toto togel 4D link slot gacor situs toto 4D situs togel 4D situs toto togel terpercaya toto togel 4D toto togel 4D terbaik situs slot togel

CINE ECO2015

 Festival de Cinema Ambiental da Serra da Estrela inclui filmes feitos por alunos

23-09-2015 | fonte: Lusa / Beira.pt

A 21.ª edição do CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela, a realizar em Seia, em outubro, inclui, pela primeira vez, uma sessão com 25 filmes produzidos por alunos, anunciou a organização.

cineeco2015

 

“Há uma sessão pré-CineEco, no dia 9 de outubro, onde vão ser projetados 25 pequenos filmes sobre ambiente, feitos por alunos de escolas de todo o país”, disse à agência Lusa o diretor do festival, Mário Jorge Branquinho, que apresentou o evento numa sessão realizada junto do Mercado de Seia, no âmbito das comemorações locais do Dia Europeu Sem Carros.

O Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela vai decorrer de 10 a 17 de outubro, na Casa Municipal da Cultura de Seia e no Centro de Interpretação da Serra da Estrela – CISE.
Segundo Mário Jorge Branquinho, no dia 9 de outubro, haverá uma sessão, pelas 14h30, no CISE, que contempla a exibição de filmes que foram produzidos por alunos no ano letivo de 2014/2015.
A ação, realizada em colaboração com a Associação Portuguesa de Educação Ambiental, contará com a presença dos alunos envolvidos nos projetos e de estudantes do concelho de Seia.
“Nestes filmes [os alunos] abordam a ameaça da subida das águas do mar nas costas de todo o mundo”, adiantou.
Durante o CineEco 2015 serão exibidos cerca de 80 filmes, de 20 países, repartidos por várias secções competitivas, onde se inclui longas e curtas-metragens internacionais, séries e documentários de televisão, longas e curtas-metragens da lusofonia e do panorama regional.
Nas longas-metragens da competição internacional destacam-se filmes como “Todo o Tempo do Mundo” (Suzanne Crocker, Canadá), “Ao Contrário” (Anne Closset, Bélgica), “Gelo Negro” (Maarten van Rouveroy van Nieuwaal, Holanda/Rússia), “Planetário” (Guy Reid, Reino Unido/EUA) e “MaldiMare” (Matteo Bastianelli, Itália).
O filme oficial de abertura da competição do CineEco é “A Hora do Lobo”, do realizador francês Jean-Jacques Annaud, e a película “Muros e o Tigre’, da realizadora Sushma Kallam (Índia), será exibida no encerramento.
O diretor do festival adiantou que a edição deste ano do evento é inspirada na encíclica papal sobre as alterações climáticas e ambiente.
O CineEco é um festival dedicado à temática ambiental e decorre anualmente em outubro, de forma ininterrupta, desde 1995, por iniciativa da Câmara Municipal de Seia.
A organização lembra que se trata do único festival de cinema em Portugal dedicado à temática ambiental, que “já ganhou grande prestígio internacional”.
“O formato do certame assenta num conjunto de atividades desenvolvidas ao longo de oito dias e nelas se incluem diversas atividades paralelas, como sejam conferências, concertos, ‘workshops’, exposições, para além da secção competitiva e vários ciclos de cinema”, refere a fonte.
O CineEco oferece ao público em geral “um cinema de qualidade e cinematografias pouco conhecidas e alternativas em relação ao mercado tradicional”, segundo os promotores

 

 

 

 

 

jasa kirim mobil